Especial, Feira de Santana

Frota nova e tarifa diferenciada distanciam o transporte praticado em Feira de Santana para o de Salvador

Três terminais de transbordo, duas empresas de ônibus urbano e a maior população do interior da Bahia. O sistema de transporte público em Feira de Santana reúne inúmeros ingredientes, que faz da cidade diferente em vários aspectos da capital baiana. O que há diferente na dinâmica feirense? Descubra agora.

Sistema Integrado de Transportes (SIT)

IMG_8428
Plataforma B do Terminal Central de Feira de Santana.

O transporte público em Feira de Santana é baseado na integração fechada através dos terminais de transbordo. Para se deslocar para qualquer ponto da cidade, que não esteja dentro do itinerário da linha de ônibus utilizada, será necessário dar uma passada em um dos três terminais: Norte, Sul e o Central. O terminal Norte e Sul integram com os bairros de suas respectivas regiões, enquanto o Terminal Central realiza a integração de toda a cidade.

IMG_8431

Se em Feira de Santana o sistema é baseado neste modelo por completo, em Salvador temos a possibilidade da integração aberta através do Salvador Card ou da integração fechada através da Estação Pirajá e Mussurunga. Os feirenses tem acesso ao cartão Via Feira que dá direito a meia passagem para os estudantes, acesso livre para idosos, desconto na tarifa convencional para os usuários do Vale Transporte e do cartão Social.

Licitação

O serviço de ônibus urbano em Feira de Santana foi licitado em 2015, um ano depois que uma concorrência com a mesma finalidade foi realizada em Salvador. Se na capital a licitação foi vencida por empresas formadas por Sócios com Propósito Específico (SPE) oriundos das antigas viações, em Feira de Santana chegaram dois grupos paulistas: Rosa Turismo e São João.

Na capital baiana é possível acompanhar o aproveitamento de parte da frota das antigas operadoras, enquanto em Feira de Santana as novas operadoras trouxeram ônibus completamente novos. Os coletivos em Feira de Santana são equipados com equipamentos de acessibilidade, itinerários eletrônicos, janelas com vidros fumês e poltronas injetadas com estofamento de alto conforto.

Tarifa

IMG_8386

Para andar de ônibus em Feira de Santana é necessário desembolsar R$3,65. Os usuários do cartão Via Feira paga a tarifa de R$3,32. Em Salvador a tarifa de R$3,60 é válida para quem utiliza o Salvador Card ou paga sua passagem com dinheiro. Em Feira de Santana é possível realizar a integração com outro ônibus em um intervalo de até 1hora. Em Salvador esse tempo de integração chega a 2horas.

Anúncios
Feira de Santana, Notícias

Feira adquire mais veículos usados

Recentemente começou a operar na cidade de Feira de Santana, a segunda maior do estado, cerca de 30 veículos usados que foram comprados junto a extinta Barramar, de Salvador.

Veículos trucados também chegaram para a Princesinha do Sertão.
Veículos trucados também chegaram para a Princesinha do Sertão.

Os veículos tem entre 5 e 8 anos de uso. Alguns próximo do prazo limite de 10 anos de operação estipulado. Os mesmos chegaram para substituir alguns veículos das frotas das empresas que estavam já no limite do prazo de dez anos e veículos de menor capacidade.

Todos os recém-adquiridos possuem três portas.
Todos os recém-adquiridos possuem três portas.

Os veículos foram todos reconfigurados, atendendo as normas do sistema da cidade, com embarque pela porta dianteira e desembarque pelas portas central e traseira.